Morro de São Paulo BLOG

As chuvas do Verão em Morro de São Paulo

Verão é o período em que o astro rei, o sol, reina absoluto. Pelo menos sempre foi esta a característica predominante nas praias da Bahia. Em Morro de São Paulo nunca foi diferente e no verão (dezembro a março) o sol sempre aqueceu as praias e garantiu a diversão dos turistas que visitam a ilha na alta temporada. Mas em janeiro deste ano, o clima que está cada vez tendo mais influência das mudanças ocorridas no planeta, nos pregou uma peça.

Mesmo sem estarmos baseados em cálculos meteorológicos ou estatísticas, pode-se dizer que em seis anos nunca choveu tanto no mês de janeiro em Morro de São Paulo como neste ano. A partir da segunda semana de janeiro até o fim do mês choveu praticamente todos os dias na ilha. Os períodos de chuva alternavam-se entre os turnos da manhã e pela madrugada. São as chuvas de verão e como dizem os nativos antigos, é “aquela chuva que cai torrencialmente e logo passa”. Ainda não temos notícias do real motivo porque choveu a mais do que no normal em Morro de São Paulo. Por um lado se esta incidência forte de chuva que ocorreu em Morro de São Paulo no mês de janeiro de 2011 não foi causada por nenhum fenômeno meteorológico, pode-se dizer que serve para comprovar que em todos os lugares, de norte a sul do país e em cada canto do mundo, cada vez mais o clima está reagindo às transformações causadas pela destruição do planeta. E nem os paraísos, onde a natureza ainda está intocada escapam destas tristes estatísticas.

Mas apesar da chuva que teve em janeiro em Morro de São Paulo não houve registros de acidentes e moradores e turistas da ilha continuaram com suas vidas normais. As praias lindas e sempre bem freqüentadas. E mesmo sem a presença constate do sol em certas horas do dia, há de se agradecer muito os momentos em que choveu, pois serviram para refrescar e molhar as plantas e a vegetação que nesta época sofre muito com o calor forte do sol. Afinal, uns dias com chuva em Morro de São Paulo não é ruim. Com ou sem o sol, sempre há o que fazer na ilha e pode-se do mesmo jeito aproveitar todas as suas belezas naturais. E ao que tudo indica, com ou sem fenômeno meteorológico, parece que a chuva foi embora, pois há dias que não chove com a mesma intensidade e o sol, nosso astro rei, voltou a brilhar absoluto!