Morro de São Paulo BLOG

Boipeba ensina como ter fama, sabendo preservar

Recentemente, no início de 2011, a pérola do arquipélago de Tinharé, a ilha de Boipeba, tem sido tema de diversas matérias turísticas em alguns dos principais jornais do mundo como o The New York Times. Um dos repórteres do jornal americano exaltou as belezas da ilha e a preocupação dos nativos com a conservação do meio ambiente. Já a conceituada revista National Geographic citou os 19 hotéis mais autênticos do Brasil e dentre estes está a Pousada Mangabeira, situada em Boipeba.

Boipeba

Boipeba

Com tanta exposição na mídia, Boipeba está se tornado cada vez mais conhecida e vem despertando a curiosidade de muitos turistas, de dentro e fora do país. Mas o fato de estar “em alta” nas revistas, jornais e sites de turismo não tem tirado esta que talvez seja a principal característica da ilha, a tranquilidade. Fora as belezas naturais, que não são poucas, Boipeba conserva muito sossego e muita  paz em seus pequenos vilarejos e praias. São mais de 19 quilômetros de lindas praias com cenários idênticos a de comerciais de revistas: areia branquinha, coqueiros em volta e água transparente. Algumas praias possuem um pouco mais de movimento, como as Praias da Boca da Barra e Tassimirim. Já nas praias de Moreré, Bainema, Coeira, Outeiro, Cova da Onça e Ponta dos Castelhanos, você terá somente a companhia da natureza exuberante.

Nos povoados da ilha, Velha Boipeba, Monte Alegre e São Sebastião, a infraestrutura é modesta, mas suficiente para atender a demanda. São poucas mais que 30 pousadas, sendo a maioria simples e localizadas no povoado de Velha Boipeba, o que apresenta maior estrutura e onde também estão alguns restaurantes, lojas, supermercado e farmácia. O ambiente é acolhedor e não tem agito. Praticamente não existe vida noturna. Apenas alguns barzinhos e o movimento da feirinha de artesanato que fica ao redor da Praça Santo Antônio.

Apesar de ser um lugar primitivo à primeira vista, Boipeba não se mantém isolada do mundo. Há sinal de telefonia móvel e internet. Não existe também transporte motorizado na ilha, apenas o trator do lixo. O acesso a Boipeba, de uns quatro anos para cá se tornou mais fácil. Além de vôos regulares que partem de Salvador (com escala em Morro de São Paulo) há lanchas e barcos que saem diariamente da cidade de Valença.

As belezas naturais aliadas ao sossego absoluto e a vida simples da ilha tem feito Boipeba se destacar no cenário turístico. Mas apesar da fama, os moradores tem lutado para que a ilha não perca suas características naturais e suas peculiaridades. A união dos moradores pela preservação do destino é notável e tem feito de Boipeba esta maravilha intocável na Bahia. Por isto, se você tem curiosidade em conhecer Boipeba visite-a, mas saiba respeitar a comunidade local e principalmente, o meio ambiente da ilha!