Morro de São Paulo BLOG

Carnaval de Salvador

O Carnaval de Salvador está entre as maiores festas populares do país e é considerado um dos maiores carnavais do mundo. A dimensão e a quantidade de pessoas que participam da festa impressionam. Quem já uma única vez pulou um Carnaval em Salvador, sabe o que estamos falando. Turistas de diversas partes do Brasil e de outros países veem para a capital baiana passar os dias de folia. Em Salvador, o Carnaval tem duração oficial de uma semana, mas três meses antes do inicio dos desfiles dos trios, os blocos e principais grupos carnavalescos já estão em ritmo de carnaval, durante os ensaios de verão. Se você já tem passaporte para os dias de folia em Salvador ou está pensando em viajar para esta que é uma das maiores festas do planeta, comece a entender um pouco mais sobre como funciona.

O Carnaval em Salvador tem três circuitos oficiais: Batatinha (Centro Histórico), Dodô (Barra e Ondina) e o Osmar (Campo Grande e Castro Alves). Os blocos com seus trios elétricos dividem-se entre estes circuitos e desfilam diariamente, dia e noite, puxando os milhares de foliões. Cada bloco tem seu trio elétrico (gigantescos carros de som) com cantores, banda, dançarinos e sua marca registrada que é representada através dos “abadás” (as camisetas que representam os blocos). O folião que paga pelo abadá, sai atrás do trio elétrico do bloco dentro da “corda” (que marca o limite dos foliões que vestem o abadá). Quem não paga pelo abadá e quer acompanhar o desfile de seu bloco preferido, sai na “pipoca”, ou seja, onde ficam as pessoas que estão sem o abadá. A corda é puxada pelos “cordeiros”, homens e mulheres que controlam e protegem quem está pulando dentro da corda. Parece difícil de gravar tantas expressões diferentes e típicas, mas é bastante simples: basta saber que você sairá atrás do trio elétrico puxado pelo bloco, o qual você comprou seu abadá.
Os maiores e mais conhecidos blocos do Carnaval de Salvador são o Camaleão, do grupo Chiclete Com Banana; Cerveja e Cia, da cantora Ivete Zangalo; Coruja, de Claúdia Leite; o Crocodilo de Daniela Mercury, Os Mascarados de Margareth Menezes entre outros. Além destes blocos existem outros tão populares e famosos devido à tradição no Carnaval de Salvador como o dos Filhos de Gandhi, o Olodum e o Ilê Aiyê Quem não quiser ficar no meio da bagunça e da folia, pode ainda ficar em lugares mais reservados, que são os camarotes. Estruturas montadas em hotéis de Salvador e que ficam ao longo de todos os circuitos e concentram serviços completos como comida e bebida à vontade, discotecas, espaços para relaxar e até mesmo salões de beleza.
Alguns turistas se preparam o ano todo para viajar para o carnaval baiano e chegam a desfilar em cinco blocos durante os sete dias de folia. Dia e noite pulando atrás dos trios elétricos requer muita preparação física e ainda algumas precauções: beba muita água durante a folia, use sapatos confortáveis como tênis, bonés e óculos para se proteger do sol e ainda leve para os desfiles sempre o mínimo de dinheiro, um documento e um papel com o endereço do hotel, onde está hospedado, afinal cuidados como estes nunca são demais. O resto é aproveitar toda a alegria e descontração da maior festa popular do planeta, que é o Carnaval de Salvador!

As chuvas do Verão em Morro de São Paulo

Verão é o período em que o astro rei, o sol, reina absoluto. Pelo menos sempre foi esta a característica predominante nas praias da Bahia. Em Morro de São Paulo nunca foi diferente e no verão (dezembro a março) o sol sempre aqueceu as praias e garantiu a diversão dos turistas que visitam a ilha na alta temporada. Mas em janeiro deste ano, o clima que está cada vez tendo mais influência das mudanças ocorridas no planeta, nos pregou uma peça.

Mesmo sem estarmos baseados em cálculos meteorológicos ou estatísticas, pode-se dizer que em seis anos nunca choveu tanto no mês de janeiro em Morro de São Paulo como neste ano. A partir da segunda semana de janeiro até o fim do mês choveu praticamente todos os dias na ilha. Os períodos de chuva alternavam-se entre os turnos da manhã e pela madrugada. São as chuvas de verão e como dizem os nativos antigos, é “aquela chuva que cai torrencialmente e logo passa”. Ainda não temos notícias do real motivo porque choveu a mais do que no normal em Morro de São Paulo. Por um lado se esta incidência forte de chuva que ocorreu em Morro de São Paulo no mês de janeiro de 2011 não foi causada por nenhum fenômeno meteorológico, pode-se dizer que serve para comprovar que em todos os lugares, de norte a sul do país e em cada canto do mundo, cada vez mais o clima está reagindo às transformações causadas pela destruição do planeta. E nem os paraísos, onde a natureza ainda está intocada escapam destas tristes estatísticas.

Mas apesar da chuva que teve em janeiro em Morro de São Paulo não houve registros de acidentes e moradores e turistas da ilha continuaram com suas vidas normais. As praias lindas e sempre bem freqüentadas. E mesmo sem a presença constate do sol em certas horas do dia, há de se agradecer muito os momentos em que choveu, pois serviram para refrescar e molhar as plantas e a vegetação que nesta época sofre muito com o calor forte do sol. Afinal, uns dias com chuva em Morro de São Paulo não é ruim. Com ou sem o sol, sempre há o que fazer na ilha e pode-se do mesmo jeito aproveitar todas as suas belezas naturais. E ao que tudo indica, com ou sem fenômeno meteorológico, parece que a chuva foi embora, pois há dias que não chove com a mesma intensidade e o sol, nosso astro rei, voltou a brilhar absoluto!

Iemanjá é festejada pela primeira vez com duas grandes festas em Morro de São Paulo

Pela primeira vez em Morro de São Paulo, Iemanjá foi duplamente homenageada com duas grandes festas: a que todo ano é realizada pelo pai de santo “Beto” e pela primeira vez na ilha foi promovido pela Prefeitura de Cairu, o “Encontro das Águas”. Os turistas que estavam em Morro de São Paulo neste dia 02 de fevereiro tiveram a oportunidade de conferir e participar das homenagens à Iemanjá. As comemorações para a rainha das águas tiveram início na segunda-feira dia 31 de janeiro com atividades na Praça da Amendoeira e na vila de Morro de São Paulo.

No dia 01 de fevereiro, aconteceu a abertura oficial do evento “Encontro das Águas” promovido pela comunidade local e apoio da Prefeitura de Cairu, através das secretarias de Turismo e de Desenvolvimento Sustentável. Na oportunidade foi celebrado o “Xirê” (ritual de candomblé com músicas aos orixás) e um cortejo que saiu da Praça Aureliano Lima com destino á Lagoa levou as oferendas às iabás (orixás femininos). Antes da saída da oferenda, autoridades, pais de santo e público em geral se concentraram na vila de Morro de São Paulo.  Na ocasião o grupo Quilombola se apresentou com sua roda de capoeira e houve queima de fogos.
No grande dia de homenagens a Iemanjá, dia 02 de fevereiro (quarta-feira), as comemorações do “Encontro da Águas” prosseguiram na Segunda Praia e após um cortejo percorreu a vila até o cais para a procissão marítima e entrega dos presentes.

A procissão de Iemanjá na Ponte de Morro de São Paulo

Foto: Giovanna Perazzo

Paralela a programação organizada pela Prefeitura de Cairu, houve a já tradicional festa de Iemanjá promovida há mais de 15 anos pelo Pai de Santo” Beto”,  cuja concentração acontece fielmente na Rua da Prainha, em frente à Pousada Farol do Morro na Primeira Praia e termina com a entrega dos presentes à Iemanjá. Após as procissões marítimas, a festa continuou animando turistas e moradores até a noite, na vila de Morro de São Paulo com apresentações culturais. O evento “Encontro das Águas” teve a participação de cerca de 30 baianas e das ialorixás Mariah Qsi de Oxun e Tomázia e do babalorixá Jean.

O charme da Segunda Praia de Morro de São Paulo

A Segunda Praia de Morro de São Paulo, a praia que sempre foi a mais visitada e badalada da ilha tem agora um motivo para ficar ainda mais atrativa. Além da combinação sol, mar, festas e gente bonita, a Segunda Praia possui desde o final de 2010 uma passarela de madeira que atravessa a praia. Com a passarela, a Segunda Praia, que sempre ocupou lugar de destaque e foi considerada a praia mais famosa de Morro de São Paulo, ficou ainda mais charmosa. De dia ou à noite, moradores e turistas circulam pela beira da praia ou através da passarela, para curtir as atrações da Segunda Praia.

Passarela na Segunda Praia de Morro de São Paulo

Foto: GIOVANNA PERAZZO

No passado a Segunda Praia era chamada de “Poço da Praia” e desde o começo da descoberta turística em Morro de São Paulo foi o cenário para as festas mais badaladas da ilha. Foi na Segunda Praia que existiram as casas noturnas mais famosas e freqüentadas de Morro de São Paulo como a barraca Escorregue no Reggae, o Caitá e o Bar 87. A Segunda Praia ainda mantém a fama de praia mais festeira, com os luaus que acontecem nas segundas e quintas-feiras e ainda com as festas da Ponta da Ilha e do recém inaugurado Six Club.

Mas não é somente a noite que atrai os turistas para a Segunda Praia. Com cerca de 380 metros de extensão, a praia tem um visual belíssimo com águas azuis, mornas, quase sem ondas e com uma larga faixa de areia, que serve de palco para a prática de vários esportes. Na Segunda Praia são praticados esportes como o vôlei, futevôlei, futebol, frescobol e no mar o kite surf.  A praia é muito freqüentada por todos os turistas que visitam Morro de São Paulo, por contar com uma excelente estrutura com pousadas e hotéis, restaurantes e barracas de praia.

Nos restaurantes, que ficam situados de frente para a passarela, encontram-se cardápios variados especializados em comidas internacionais como a italiana (com pizzas e massas), cozinha brasileira como a capixaba e claro, que não poderia ficar de fora a apimentada culinária baiana com diversos pratos a base de frutos do mar. As barracas que ficam localizadas no final da Segunda Praia servem ainda lanches rápidos como sanduíches, pastéis, açaí e sorvetes. À noite “grudadas” na passarela são montadas as barracas de caipifrutas, onde os nativos preparam drinques com frutas típicas. A Segunda Praia é também endereço de ótimas pousadas de Morro de São Paulo. Com o pé na areia, existem opções de pousadas como a Villa das Pedras e a Pousada da Torre, que contam com excelentes estruturas, inclusive, piscinas de frente para o mar.

A Pousada da Torre na Segunda Praia de Morro de São Paulo

Foto: GIOVANNA PERAZZO

Para completar o visual encantador da Segunda Praia, do lado esquerdo no fim da praia, está a Ilha da Saudade. Figura imponente na praia, a Ilha da Saudade é cercada de vegetação nativa, pedras e coqueiros. Com uma iluminação nova que ganhou no final de 2010, a ilha chama a atenção dos turistas que a visitam para fotografá-la.

Desenvolvimento turístico em Morro de São Paulo

Morro de São Paulo é uma das praias mais visitadas na Bahia e um dos destinos turísticos mais procurados no Brasil. Turistas de todas as partes do mundo veem prestigiar os encantos naturais da ilha. Um local conhecido mundialmente e que impressiona pela fama que adquiriu em tão pouco tempo. Em quatro décadas Morro de São Paulo deixou de ser um simples vilarejo de pescadores para tornar-se um lugar disputadíssimo por turistas de todos os cantos do mundo.

O desenvolvimento do turismo na ilha fez com que o povoado passasse por várias transformações e se antigamente os nativos da ilha emprestavam suas casas para os veranistas, hoje Morro de São Paulo possui mais de 200 meios de hospedagem, entre pousadas e hotéis. Morro de São Paulo conta com uma excelente estrutura turística com restaurantes, lojas, supermercados, farmácias e outras facilidades que atendem muito bem a demanda.

O turismo passou a se desenvolver em Morro de São Paulo a partir da década de 80. De lá para cá a Ilha  tem vivido quase exclusivamente do turismo e o setor tem crescido bastante e trazido novos proveitos financeiros à ilha , despertando a atenção de turistas e de investidores nacionais e estrangeiros. Morro de São Paulo passou a ser um dos destinos mais cobiçados da Bahia e novos empreendimentos como hotéis, pousadas e restaurantes a cada temporada surgem e comprovam o processo de crescimento pelo qual Morro de São Paulo passou nas últimas décadas.

Além do surgimento de novos negócios tem se notado o forte investimento dos órgãos públicos na ilha. Um exemplo é o projeto de requalificação urbana do arquipélago de Tinharé que está adequando todas as ilhas para melhor receber os turistas e dar melhores condições de vida aos moradores. Dentre recursos do Governo Federal, governo estadual e município estão sendo investidos R$ 3,2 milhões em obras de urbanização e recuperação de equipamentos.

Mas apesar de todo o desenvolvimento e fluxo turístico, Morro de São Paulo não perdeu seu charme e costumes. A ilha continua com suas belezas naturais intocadas e preserva sua história através de alguns monumentos históricos que retratam o passado, como a Fonte Grande, a Fortaleza de Tapirandu, o Farol e a Igreja Nossa Senhora da Luz.

É importante que moradores e turistas que visitam a ilha tenham a consciência de que preservar a história e toda a diversidade natural que existe em Morro de São Paulo é fundamental para que o destino continue encantando os futuros visitantes e atraindo cada vez investidores. E quanto mais investimentos Morro de São Paulo tiver, mais atrativa a ilha ficará aos olhos de turistas nacionais ou estrangeiros.

Para levar na bagagem a Morro de São Paulo

Na hora de viajar sempre pinta aquela indecisão do que devemos colocar na mala. É sempre bom ter algumas dicas sobre o lugar que estamos viajando para evitar levarmos coisas a mais, alguns supérfluos e até mesmo não cometer “gafes” durante a tão sonhada viagem de férias. Para quem está se preparando para viajar a Morro de São Paulo, iremos ajudar com algumas dicas para facilitar na hora de arrumar as malas rumo a este paraíso localizado na Costa do Dendê, Bahia.

Morro de São Paulo é uma ilha, onde a maioria das ruas é de areia e pedras e ainda por cima um lugar que possui muitas ladeiras. Além da geografia do local há de se levar em conta o clima. Em Morro de Sao Paulo faz calor praticamente todo o ano, com exceção de maio e junho que são meses chuvosos. Para caminhar nas ruas e praias de Morro de São Paulo é preciso estar confortável, usando de preferência sapatos baixos como tênis, chinelos e sandálias e ainda vestir roupas leves. Coloque na mala peças do vestuário para o verão como shorts, camisetas, vestidos, saias, bermudas e se quiser traga uma calça jeans, que sempre é bem vinda à noite. A brisa fresca do mar à noite na praia pode pedir também um casaco fino. Esqueça roupas pesadas e sapatos altos. Afinal, lembre que você está indo para uma praia, onde quando mais confortável e natural melhor.

Não esqueça de acrescentar na mala as roupas de banho (biquines e sungas) e para as mulheres as populares e famosas cangas. Outra dica que faz o maior sucesso em Morro de São Paulo são as sandálias “havaianas”. De todas as cores e estilos, estas sandálias estão em todos os lugares da ilha: desde as praias até na hora do jantar nos restaurantes de Morro de São Paulo ou nas festas das casas noturnas, turistas e moradores usam havaianas em todas as ocasiões.  Além do vestuário, outra coisa que deve ser levada em consideração para quem viaja a Morro de São Paulo é a questão dos cuidados com o sol. Aliás, recomendações comuns para quem viaja para qualquer lugar praiano, como levar chapéu ou boné, óculos de sol e usar muito protetor solar, que você encontrará com facilidade nos mercados ou farmácias da ilha.

Lembre que Morro de São Paulo é uma ilha e um lugar simples, rústico que combina com coisas básicas. Portanto, esqueça o luxo e o sofisticado, Seja modesto que você estará “chique” em Morro de São Paulo. Outra dica na hora de arrumar a bagagem é deixar o relógio de fora, pois em Morro de São Paulo o sol vai lhe indicar que horas são. Venha também “off-stress”, pois um lugar tão lindo e maravilhoso quanto Morro de São Paulo não combina nem um pouquinho de estresse! Depois destas dicas, feche sua mala e venha logo desfrutar de todas as belezas naturais que este paraíso reserva para você.

Semana de festas na Bahia

Esta semana a Bahia estará em festa com a realização de um dos maiores festivais de música do país e ainda as homenagens à rainha do mar, Iemanjá. De 02 a 05 de fevereiro será realizado na capital baiana o Festival de Verão de Salvador e dia 02 de fevereiro, também em Salvador e ainda em outras cidades da Bahia como Morro de São Paulo, é dia de homenagear Iemanjá, a protetora dos pescadores e soberana das águas.

Uma das festas populares mais tradicionais da Bahia, a Festa de Iemanjá, promete agitar Salvador e outros locais do estado, onde serão realizadas homenagens à esta divindade do candomblé. Em Salvador, a festa de Iemanjá tem como palco principal o bairro do Rio Vermelho. Desde a madrugada que antecede o dia 02, moradores e turistas começam os preparativos das comemorações que se estendem até o final do dia com música, comida típica baiana e, claro as homenagens à Iemanjá.

Em Morro de São Paulo, na Costa do Dendê, tradicionalmente todo ano também é promovida uma grande festa para a rainha das águas. As homenagens à Iemanjá em Morro de São Paulo iniciam dia 31 de janeiro e seguem até o dia do orixá, dia 2 de fevereiro, na Praça da Amendoeira, na Vila de Morro de São Paulo. No local ficará o balaio que guardará os presentes para Iemanjá e será levado ao mar dia 02. Dia 1º de fevereiro, acontece o “Xirê” ( ritual de candomblé), queima de fogos e cortejo pelas ruas de Morro de São Paulo e ainda a largada da oferenda às “iabás” (orixás femininos), na Lagoa. No grande dia, 02 de fevereiro, as comemorações iniciam às 13h com a concentração na praia, com baianas e roda de capoeira; às 14h o cortejo sai rumo ao cais na procissão marítima. A partir das 16h, na Praça Aureliano de Lima acontece apresentação musical com gastronomia regional.

Outro grande evento que promete sacudir Salvador esta semana será o Festival de Verão, que este ano a abertura coincidiu com a festa de Iemanjá. Entre 02 e 05 de fevereiro, no Parque de Exposições de Salvador se apresentarão vários artistas de diversos estilos musicais. O Festival de Verão que é marcado pela diversidade musical, este ano terá como principais atrações as revelações musicais de 2010 Maria Gadú e o grupo Restart, as bandas Jota Quest e Capital Inicial, os sertanejos Luan Santana e Jorge e Mateus, o cantor internacional Jason Mraz e outros artistas de sucesso nacionais e baianos. Ao todo serão mais de 120 atrações que se dividirão em seis palcos principais e espaços especiais como o novo, Casa do Pagode, um palco somente para apresentações de bandas de pagode. Dentre os outros palcos estão a Casa do Samba, o Palco 2011, a, Arena Universitária, a Concha Acústica Faculdade Maurício de Nassau e a Tenda Eletrônica, onde o pulsa o ritmo contagiante da música eletrônica.

Com todas estas festas e comemorações, a Bahia estará cheia de gente bonita, alegre e com alto astral. Para não ficar de fora desta, apresse-se e venha se divertir. Seja homenageando Iemanjá em Morro de São Paulo e também participando do Festival de Verão em Salvador.

Os guias e informantes de turismo de Morro de São Paulo

Quando o turista chega a Morro de São Paulo, esta ilha paradisíaca localizada no arquipélago de Tinharé, na Bahia, há diversos guias e carregadores o aguardando no píer com o objetivo de carregar as malas ou ainda levar às pousadas e hotéis da ilha. Com um sorriso estampado no rosto e munido de seu carrinho de mão, os guias dão às boas vindas e já vão explicando sobre as praias, pontos turísticos da ilha ou ainda se o turista já tem reserva em alguma pousada. Esta recepção e ajuda é muito bem vinda em um lugar como Morro de São Paulo, onde existem muitas ladeiras e escadarias espalhadas pelas ruas do vilarejo. Ao chegar de uma viagem com mais de uma baldeação, utilizando mais de um transporte (avião e barco), você certamente desejará descansar e carregar bagagens, subindo e descendo ladeiras em ruas de areia, será extremamente cansativo. Nesta hora o trabalho dos guias e informantes de turismo será essencial.

Guia turístico carregando bagagem na Primeira Praia de Morro de São Paulo

Em Morro de São Paulo o trabalho dos carregadores, guias e informantes de turismo é organizado e existe na ilha, uma classificação que diferencia cada um destes trabalhadores. Os guias e informantes estão representados através da Associação dos Informantes de Turismo de Morro de São Paulo (Assistur) e são identificados por usar camisetas amarelas. Cada um com o seu nome gravado na camiseta. São os guias e informantes que conduzem os turistas com suas malas até as pousadas e hotéis de Morro de São Paulo. Já os carregadores, que vestem camisetas laranja ou azul também com seus nomes estampados, trabalham exclusivamente com o carrego de mercadorias que chegam ao cais. Os carregadores não costumam guiar os turistas às pousadas e hotéis, a não ser que estes façam um acordo diretamente com os turistas para carregar suas malas e levá-lo até a pousada.

Caso você chegue a Morro de São Paulo sem reservar uma pousada ou hotel os guias e informantes de Turismo da ilha lhe ajudarão a encontrar alguma. Eles conhecem todos os meios de hospedagem locais. Além de ajudá-lo com a pousada ou hotel, os guias também poderão lhe indicar sobre o melhor restaurante, o passeio mais divertido e a praia mais bela de Morro de São Paulo. A maioria dos guias de turismo é nativo e conhecem como  a palma da mão cada canto da ilha e tem ainda muitas histórias divertidas para contar sobre os atrativos da ilha, seu povo e a cultura local.
Com o intuído de aperfeiçoar o trabalho dos guias e informantes de Turismo de Morro de São Paulo e oferecer melhores serviços aos turistas, a Prefeitura tem capacitado estes trabalhadores através de cursos ministrados em parceria com o Sebrae. Além do guia se especializar, quem ganha também é o turista que obtém serviços de melhor qualidade. Portanto, quando chegar a Morro de São Paulo e encontrar os guias, informantes e até mesmo os carregadores, trate-os bem e aceite o seu trabalho, pois sem dúvida, será muito bem vindo!

Sucesso da requalificação urbana de Morro de São Paulo

É visível o sucesso das obras de requalificação urbana de Morro de São Paulo. Desde o final de 2010 e inicio de 2011 estão sendo concluídas diversas obras que fazem parte da primeira etapa de requalificação urbana do arquipélago de Tinharé. Pelas praias, ruas e praças da ilha, moradores e turistas, usufruem dos benefícios. Além da pavimentação de várias ruas, foram implantados espaços destinados ao lazer como praças e mirantes. Sem falar das melhorias em todas as ilhas que fazem parte do arquipélago de Tinharé.

As obras de requalificação urbana de Morro de São Paulo iniciaram no inicio de 2010 e no total serão investidos até a conclusão, R$ 4 milhões. Deste valor R$ 3.200.000,00 são recursos provenientes do Prodetur e do Governo da Bahia e R$ 800 mil serão investimentos da Prefeitura de Cairu.  O projeto de requalificação urbana de Morro de São Paulo receberá ainda verbas na ordem de  R$ 1.700.000,00, com recursos alocados 50% pelo município e 50% pelo Banco do Nordeste para o aterramento da fiação local. As obras estão sendo executadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder).

Em todas as ilhas do arquipélago notam-se as mudanças e obras, que estão sendo feitas tanto no sentido de preservar o ambiente natural, como também no patrimônio arquitetônico das ilhas. Em Morro de São Paulo foi feito todo um estudo e planejamento voltados a uma estratégia de requalificação urbana. Dentre as transformações que já foram concluídas estão a pavimentação de algumas ruas, construção de uma passarela em madeira na Segunda Praia e reforma e implantação de praças e mirantes. Ainda em fase de andamento estão sendo realizadas a recuperação da Área de Proteção Permanente (APP), da lagoa e de fontes e a restauração da Fortaleza de Tapirandu.

Mas não são somente os pontos turísticos que estão sendo contemplados com a requalificação urbana do arquipélago. A comunidade carente de Morro de São Paulo que reside na Vila Nossa Senhora da Luz, também está sendo beneficiada. A vila, que é chamada popularmente de “Buraco do Cachorro” ganhou diversas melhorias como contenção de encostas, drenagem de águas pluviais, pavimentação de ruas em concreto armado e paralelepípedos e a construção de escadarias drenantes. Em Cairu, sede administrativa do arquipélago, as melhorias abrangem também a recuperação de importantes monumentos históricos como a igreja Matriz do Rosário e o Convento de Santo Antônio, um dos conventos mais antigos do Brasil. Também em Cairu, foram inauguradas as praças Vereador José Edson Palma, Ananias Passos Meireles e a da Bandeira.

Quem já visitou Morro de São Paulo e as outras ilhas que fazem parte do arquipélago e retorna agora após as mudanças, está ficando surpreso com as transformações. Antes eram inexistentes os espaços de lazer. Atualmente é comum se ver em Morro de São Paulo moradores e turistas, crianças e jovens, sentados nos bancos das praças ou ainda prestigiando as belas paisagens da ilha através dos mirantes. E até a conclusão final de todo o projeto de requalificação urbana do arquipélago muitas mudanças ainda virão e uma das mais esperadas é a restauração do Forte. O local que sempre serviu de palco para assistir o pôr do sol ficará ainda mais atrativo com as transformações que serão implantadas e com sua total reforma. É esperar para ver e usufruir de todas estas mudanças, que com certeza, contribuem para que Morro de São Paulo fique cada vez mais lindo e atraia mais turistas.

Para comprar aquela lembrancinha de Morro de São Paulo

Algumas pessoas quando viajam de férias querem apenas curtir as belas paisagens naturais que o destino possui. Há quem queira somente relaxar e esquecer a vida. Mas há aqueles que gostam também de muita badalação e claro, fazer suas “comprinhas”. Para quem for viajar a Morro de São Paulo e se encaixa dentro deste perfil. Saiba que a ilha reserva muitos lugares onde se pode achar aquela lembrancinha para os amigos ou ainda outros presentes para você mesmo. Seja qual for o tipo de recordação que você desejar levar de Morro de São Paulo, se é que precisa de algum tipo de souvenir para que esta ilha seja lembrada, existem opções de presentes para todos os gostos e bolsos.

A vila foi escolhida pelos artesãos locais para ser o palco da feirinha de artesanato, que acontece todos os dias a partir das 18h até por volta da meia noite. Espalhadas ao redor da Praça Aureliano lima ficam as barraquinhas que comercializam itens que retratam Morro de São Paulo em telas, esculturas, peças de decoração e outros. Além das souvenirs, pode-se encontrar na feirinha da vila diversos produtos confeccionados com matéria prima como coco e piaçava. De peças de decoração a bijuterias, artigos em pratas, passando por peças de vestuário a acessórios variados. Tudo está na feirinha.
Além da charmosa feirinha de artesanato da vila outra dica para achar um presentinho para os amigos e familiares em Morro de São Paulo é a Rua Caminho da Praia, também localizada na vila após a praça. Nesta rua é onde se concentra a maior parte do comércio de Morro de São Paulo, com vários restaurantes, pousadas e hotéis e claro, lojas de todos os tipos e para todos os públicos. De lojas para surfistas a lojas que vendem artigos variados de decoração e boutiques. A Rua Caminho da Praia é o point para suas compras em Morro de São Paulo. Nestas lojas você achará uma pequena lembrancinha como um simples chaveiro até presentes maiores e mais sofisticados como quadros de arte e esculturas.

Se você é daqueles que não abre mão de fazer uma comprinha durante a viagem, então já sabe que o caminho é a Rua Caminho da Praia ou a feirinha de artesanato. Claro, que ainda há algumas lojas localizadas nas praias de Morro de São Paulo como na Primeira e Segunda Praia. Vale também conferir. E lembre-se também que a recordação maior que se leva de um local lindo como Morro de São Paulo é a lembrança viva do lugar, aproveitando tudo o que destino nos oferece!