Morro de São Paulo BLOG

Salve o Mar

Uma linda campanha em Morro de São Paulo está sendo feita para a limpeza das praias e costa de arrecifes.

Campanha Salve o Mar

 

Salve o Mar – Mar sem lixo

As mãos que ajudam o projeto, e até mesmo o Projeto Salve o Mar, são todas doações, sem fins lucrativos, só com incentivos dos seus corações, de vermos novamente as praias e encostas sem lixo, quando o turismo ainda não reinava nos paraísos.

As praias vão se destacando pouco à pouco, com a clareza das retiradas dos objetos coloridos espalhados na areia.

Lixo na Praia

A linda ação, que está tendo a colaboração, a consciência, de que nós, os humanos, somos os responsáveis desse lixo todo, consumindo muitas coisas, jogando fora em qualquer lugar, gerando muito lixo. O turismo também não age de forma responsável, pois deixam lixo espalhados nas praias, sem ao menos recolher os seus resíduos e colocar no local devido que são as lixeiras. Ainda estamos esperando projetos do Poder Público de retirada do lixo da ilha, que até o momento nunca saiu do papel, já foram várias trocas de gestão de administração pública e o lixo continua na ilha.  A ilha de Tinharé é uma “APA” – “Área de Preservação Ambiental” e até o momento está sendo aguardado do governo, um projeto que faça a diferença, que este paraíso continue sendo paraíso e atraindo cada vez mais turistas  do mundo inteiro para visitação do local, e repassando a educação ambiental a todos que aqui chegam, como uma regra: Praia Limpa!

Lixo do Mar

O mutirão de limpeza das praias reúne várias pessoas, mas ainda são poucas, que fazem um arrastão de limpeza nas praias, na Primeira Praia, Segunda Praia, Terceira, Quarta Praia e Quinta Praia. O Projeto ainda é um bebê, e precisa do apoio de todos para sobreviver.

Colaboradores Salve o Mar

Na caminhada para a limpeza, os cartazes de conscientização do lixo, com vários tipos de objetos que são encontrados no mar, cada um com seu tempo de deterioração, que são muitos anos, isso tudo é mostrado para o turista para que perceba ao jogar qualquer lixinho fora, está prejudicando imensamente a sua natureza e os animais que comem o lixo.

Pouco a pouco, vão sendo informados, trocadas idéias, mutirões de limpeza, para que os comerciantes, moradores, visitantes locais, sejam tocados para que também dêem o seu apoio, participem do projeto, pois não é assim tão fácil, conseguir apoio de todos, sabemos que cada pessoa tem o seu pensamento, mas nada como bater sempre na mesma tecla, para que assim quem sabe a comunidade local, junto com empresários, comerciantes, tenham a mesma visão, de ajudar, recolher, conscientizar até mesmo em seus estabelecimentos sobre o tema. Além de colaborar no mutirão, mostrar-se que está fazendo algo por si, pois a natureza é de todos nós. Como diz o ditado: “Uma andorinha só não faz verão”. Ainda assim são poucos os colaboradores, que diariamente, ou quando é formado o mutirão, estão ali dando um pouco do seu tempo para salvar a natureza. Essa mesma natureza que nos pertence, que somos gratos à ela por ser tão linda e perfeita, ser nosso sistema de sobrevivência.

Não Jogue Lixo

As mãos que catam os lixos são mãos particulares, mãos doadas, mãos que querem que o local seja realmente este paraíso que conhecemos. Mãos sem preconceito, mãos conscientes…

Além da limpeza das praias, a limpeza também é feita dentro do mar, por grupos de mergulhadores, próximo à costa, nos arrecifes de corais que afloram na maré baixa. Os mergulhadores retiram todo tipo de lixo dentro do mar, desde sacolas plásticas, canudos, talheres de plásticos, copos descartáveis, tampas de garrafas, entre outros tantos objetos encontrados, presos em arrecifes de corais, enterrados na areia e até mesmo boiando no mar.

Mergulhadores contra o lixo

Os sacos plásticos são confundidos com águas vivas, alimentos de tartarugas, baleias e outros animais marinhos. Os mesmos acabam morrendo ao ingerir estes objetos, pois os mesmos objetos não conseguem ser expelidos pelo corpo do animal marinho, trazendo-os à morte.

 

 

Salve o Mar – Mar sem lixo

Esperamos a ajuda do Poder Público, que seja criado um gestor funcional, para que o mesmo junte-se e se comova com esta ação feita por pessoas comuns, simples que não tem nenhum envolvimento político ou governamental, são simples moradores que lutam por um bem maior o “lixo”, que não querem nada em troca, apenas um lugar limpo, para que sirva de exemplo para muitos outros lugares. Este é um projeto que deve ser contínuo com qualquer gestão política, de nunca acabar, pois o lixo, este sim, nunca acaba.

Mas enquanto esperamos mais apoio do Poder Público, pois em todo o lugar turístico existe essa ineficiência, pois o ser humano precisa aprender muito o que pode causar jogando qualquer lixo em lugar indevido. Vamos colaborar, não importa onde estejamos, carregar conosco essa consciência de dizer “não” ao lixo, vamos juntar mais “mãos”, sentir que estamos salvando algo muito maior do que imaginamos, por nós mesmos.

Aqui tem a tabelinha dos lixos mais encontrados nas praias e dentro do mar, e o seu tempo de degradação na natureza.

Tempo de degradação do Lixo Marinho