ilha de tinhare

SAN ISLAND WEEKEND EM MORRO DE SÃO PAULO

A estrela da festa San Island Weekend, Ivete Sangalo, a “veveta” para os amigos e também para todos nós fãs incondicionais da musa da música baiana. Arrasou no Primeiro Festival San Island Weekend, realizado em Morro de São Paulo nos dias 02 e 03 de Junho.

Foi nesses dois dias que a música não parou. Vários Dj fizeram o colorido da música, dia e noite “Day and Night”.

Pulseira Convite Vip

O destino escolhido pela organização da festa  San Island, foi top, pois Morro de São Paulo é um dos destinos da Bahia mais encantadores que existe.

Morro de São Paulo

No primeiro dia a festa começou às 15:00hs, hora perfeita para festas na praia. Eram tantos DJs que não dava vontade de parar de dançar. DJs de todos os lugares do Brasil, homens e mulheres que agora ocupam esse trabalho tão legal que é música.

Convidados chegando

 

 

Os DJs da tarde do dia 02 de junho, sexta-feira a partir das 15h estão listados aqui:

White Pool Party

– Morais (SP)

– Grá Ferreira (SP)

– Arthuro Cavalli (Brasileiro, radicado na Irlanda)

– Arthur Valleti  (SSA)

Os Djs da noite de 02 de junho a partir das 23h estão listados aqui:

Blessed on Beach By Aumours

– Jerac (Colombia)

– Ana Paula (world Dj by Brazil) (RJ)

– Aron (Israel)

– Las Bibas From Viscaya (PE)

– Rob Phillips (SSA)

Entrada da Festa

O palco foi montado no Hotel Fazenda Caeira, em frente à praia, com tenda de alimentação e bebidas. De comidas tinha lanches Tche Kebab, que são pão francês ou chapati (pão indiano) com massa bem fininha, ambos recheados com carnes de churrasco, saladas e molhos super gostosos. Também churros, aquelas delícias de doces, tapioca de vários sabores, cachorro quente, e paletas mexicanas, aquele picolé que está super na moda.

Palco montado na frente da praia

Todo iluminado e colorido, o palco foi atração para os participantes desse evento. A festa só encerrou às 07:00hs da manhã.

Abertura da Festa

Dia lindo, sol, praia, mar, todos esses combinados com um lugar bonito demais. O final de semana foi brindado com tempo lindo, pois o palco era ao ar livre.

Palco ao ar livre

O segundo dia de festa que foi no sábado dia 03 de junho também se deu início às 15h. Iniciou com DJs, com mais música boa, à espera da grande estrela do festival.

Praia e show com segurança total

A estrela Ivete Sangalo chegou no pôr-do-sol, onde o céu naquele momento misturava suas cores entre o rosa e o azul. Chegou, chegando, arrasando em Morro de São Paulo.

Final de Tarde na Terceira Praia

 

Terceira Praia Morro de São Paulo

A roupa produzida com a sua criatividade, um maiô lindo branco todo bordado de paetês, com franja nos braços e uma faixa colorida, tipo arco-íris, atravessava o seu corpo, lindooo.

Ivete Sangalo

Todas as músicas cantadas por Ivete Sangalo não deixaram em nenhum momento o povo parado, teve até pedido de casamento de casais que ela mesma escolheu na plateia.

Uma festa linda, gente bonita, show tranquilo, até porque é uma festa com ingressos limitados, cerca de 2.000 pessoas.

Momento mais esperado da noite

A cantora risonha, sempre fazendo gracinhas divertidas, não perde a franqueza e o carisma, seu jeito tão natural de ser e falar. Foi homenageada como a “Rainha” do San Island Weekend.

Show mais esperado da noite

Um show com vista para as estrelas e o mar, tudo ali, pertinho, lugar incrível, noite linda.

Foram quase 3 horas de show, sem cansar de pular e dançar. Foi realmente contagiante, um verdadeiro “show”.

Rainha da Noite

Teve convidada especial “Carla Cristina” (ex integrante do grupo As Meninas), as duas juntas reinaram lindas no palco, cantando composições conhecidas da galera. As duas divas são de Salvador.

Ivete também aproveitou o momento para lançar a sua mais nova música “Não Para”, misturando rítimos de arrocha com música eletrônica.

Show Ivete Sangalo em Morro de São Paulo

Ivete Sangalo realmente tem carisma, pois ela parece gente como a gente, é engraçada, faz palhaçada, canta tão bem, e leva a sua carreira muito à sério, e o seu público também.

Arrasando no Palco

Encerrando o show, cavalos infláveis em tom teatral subiram ao palco com a demonstração da paz e encerraram o show com chave de outro, com gostinho de “quero mais”!!!

Apresentação Teatral de Encerramento

O Morro de São Paulo agradece esse evento tão especial que foi organizado com ótimo profissionalismo, parabéns ao evento.

Mas não acabou a noite ainda, seguiu com os DJs super transados musicalmente. Foi muita música até o sol nascer. Música boa de nome, de balada, e principalmente de qualidade. Fechando a última noite para não esquecer, para torcer que o segundo San Island Weekend seja novamente em Morro de São Paulo.

Os DJs da tarde do dia 03 de junho, sábado a partir das 15h estão listados aqui:

San Island

– Miss Cady (SSA)

– Dri Toscano (RJ)

– Diego Baez (CE)

Abaixo listo os Djs que começaram o segundo turno da útlima noite, às 22h:

XlSior Mykonos

– Felipe Carvalho (SSA)

– Paulo Pacheco (SP)

– Phil Romano (Italiano)

– Dano Toro (Espanha)

– Tommy Lova (SP)

– Anne Louise (SSA)

Já foi confirmado que Ivete Sangalo fará parte do próximo evento San Island Weekend em Morro de São Ppaulo em 2018. Os ingressos já estão à venda para o próximo festival.

Aproveite e se organize com antecedência, com a Zulu Turismo você tem várias opções de escolha de transportes como chegar em Morro de São Paulo, no Transfer Aéreo, Marítimo ou Semiterrestre.

Segue os contatos para você não ficar de fora dessa:

Zulu Turismo

www.zuluturismo.com.br

(75) 3652-1599 / (75) 3652-1358 / (75) 99988-6317

reservas@zulututismo.com.br

Catamarã

O Catamarã Salvador para Morro de São Paulo Biotur são embarcações confortáveis e com capacidade média para 100 passageiros. Viajando em mar aberto com toda a segurança, pois as embarcações são autorizadas pela Marinha do Brasil.

Catamarã ou Lancha de Salvador para Morro de São Paulo, são ambos modelos de embarcações do Transfer Marítimo que viaja em mar aberto.

A viagem de catamarã é uma aventura para muitos passageiros, pois a vista é lindíssima  das ilhas como a Ilha de Itaparica e depois a Ilha de Tinharé, onde está localizado o povoado de Morro de São Paulo, a viagem de catamarã pode ser bem agradável e visual incrível.

Ilha de Itaparica

Ilha de Itaparica Bahia

Ilha de Tinharé – Povoado de Morro de São Paulo

 

As reservas nas embarcações são feitas com antecedência, pois são somente 4 horários ao dia na alta temporada.

Tanto o Catamarã quanto a Lancha tem o mesmo tempo de viagem de 2h30min à 3h aproximadamente.

Os horários de viagem geralmente são fixos na alta temporada que é o verão, sendo 4 horários ao dia. Porém na baixa temporada que é no decorrer do ano entre abril e dezembro, são menos horários ao dia, cerca de somente 02 horários. Pela manhã os horários são: 09h e 10h30min e pela tarde os horários são: 13h e 14h30min.

As embarcações da Transportadora Biotur são:

– Catamarã Biônica de Tinharé, possui 21 metros, com velocidade entre 18 e 22 nós, capacidade para 128 passageiros.

– Catamarã Gamboa do Morro, possui 18,33mt, velocidade entre 18 e 22 nós, capacidade para 100 passageiros.

– Catamarã Morro de São Paulo, possui 21 metros, velocidade entre 18 e 22 nós, capacidade para 128 passageiros.

Catamarã Biotur Biônica de Tinharé

Catamarã Biotur Morro de São Paulo

Catamarã Biotur Gamboa do Morro

Catamarã Biotur Gamboa do Morro

Tanto o Catamarã ou Lancha atende a todas as normas de segurança exigidas pela Capitania dos Portos do estado da Bahia.

A distância de Salvador para Morro de São Paulo são de 64km ou 34 milhas marítimas.

As embarcações da Transportadora Ilha Bela são:

Lancha Ilha Bela I e II, são modelos menores que o modelo de catamarã, casco em forma de  uma canoa, com capacidade para 25 passageiros. Possui três ambientes, o interno totalmente coberto, o externo na popa da lancha (popa é a parte traseira da lancha) com cobertura de lona, e por último o ambiente superior ao lado do comandante marinheiro.

– Catamarã Ilha Bela III, com capacidade para 85 passageiros, dois banheiro, mesas, bancos, com velocidade de 17 nós.

Catamarã Ilha Bela

Lancha Ilha Bela

Lancha Ilha Bela Píer de Salvador

A embarcação da Transportadora Farol do Morro é:

– Catamaran Farol do Morro, com 46 pés, com capacidade para 36 passageiros, banheiro, modelo de 02 canoas.

Farol do Morro Catamara

Catamara Farol do Morro

As saídas de Salvador com destino à Morro de São Paulo de Catamarã ou Lancha são do Terminal Marítimo de Salvador próximo ao Mercado Modelo, Pelourinho  e Elevador Lacerda,  para o Terminal Marítimo de Morro de São Paulo, com duração em média de 2h30min à 03h de viagem aproximadamente. A chegada do catamarã e da Lancha em Morro de São Paulo é no Píer (terminal marítimo) que está localizado próximo no centro de Morro de São Paulo. Desde o Terminal Marítimo de Morro de São Paulo até a pousada escolhida, o trecho é caminhando. Para carregar as malas há carregadores de malas com seus carrinhos de mão credenciados pela Prefeitura para fazer este tipo de trabalho, levando a bagagem do passageiro até a pousada.

 

As reservas do catamarã  ou da lancha devem ser feitas sempre com antecedência, para adquirir o bilhete de embarque para a viagem, deve-se entrar em contato com a  central de reservas para a confirmação e recebimento dos seus bilhetes de embarques. No dia da viagem, os bilhetes de embarques do Transporte Marítimo de Catamarã ou Lancha devem ser entregues ao guia que recolhe os bilhetes na entrada do barco, tanto em Salvador como em Morro de São Paulo.

As pessoas que tem tendência a enjôos no mar, o melhor é não viajar neste transporte, pois a viagem é longa. Algumas pessoas tomam remédio para enjôo no mar, mas tem que ter cuidado, pois nem todo remédio faz bem para todas as pessoas. Quem curte o mar sem problemas, irá adorar esta travessia.

As vezes o mar está mais agitado, com ondas maiores que outros dias, mas não há como prever, pois os ventos em alto mar são diferentes de quando estamos em terra.

Em caso de mau tempo no dia da viagem, quando não há condições de navegação em alto mar, as transportadoras das embarcações marítimas catamarã e lancha são trocadas por outra rota de viagem (a própria transportadora faz a troca da viagem), via ilha de Itaparica, ou seja transfer semiterrestre, saindo no mesmo horário, porém a viagem demora um pouco mais, acrescentar mais 1h aproximadamente

Portanto quando comprar as passagens de catamarã ou lancha, não compre com horário muito justo com o seu vôo que parte do Aeroporto Internacional de Salvador, para não correr o risco de imprevistos de atrasos, que podem ocorrer tanto na saída de Morro de São Paulo, quanto na própria cidade de Salvador, devido ao trânsito intenso.

Morro de São Paulo é uma ilha, longe de Salvador, e imprevistos de atrasos podem ocorrer durante a viagem, se organize sempre com antecedência de tempo, para não correr o risco de perder o seu vôo, peça orientação quando for fazer a sua reserva, a Zulu Turismo fará a melhor orientação para a sua viagem.

Para reservar acesse:
http://www.morrodesaopaulobahiabrasil.com/transfer-salvador-morro-de-sao-paulo-maritimo.htm

E-mail: reservas@zuluturismo.com.br
Telefone: (75) 3652-1599 / (75) 3652-1358

Siga a Zulu Turismo Morro de São Paulo:
Fan Page : Zulu Turismo Morro de São Paulo
Instagram: @zuluturismo

DICAS PARA FAZER UM PASSEIO DE BARCO EM MORRO DE SÃO PAULO

Fazer passeio de barco em lugares paradisíacos como Morro de São Paulo é um privilégio para quem vai desfrutar de suas férias.

Os barcos que realizam os passeios são lanchas de fibra ou barcos saveiros, dependendo do destino escolhido.

As lanchas e os barcos saveiros tem capacidade de 12 passageiros, 20 passageiros, até 30 passageiros. Os passeios feitos por estas embarcações são os passeios Volta Ilha de Tinharé com parada na Ilha de Boipeba.

Já os Barcos Saveiros são de madeira, ideais para passeios dentro de baías. Os Saveiros fazem o passeio para a Praia Ponta do Curral, Ilha da Coroa do Meio e Praia da Gamboa onde tem o famoso Banho de Argila.

Para qualquer um destes passeios você deve seguir algumas regras e dicas para que tudo esteja perfeito.

À bordo das embarcações devemos estar atentos às regras de informações dos marinheiros, que avisam quando o mar vai estar muito mexido, isso faz com o barco balance um pouco mais que o normal. Para a segurança de todos, os coletes salva-vidas estão sempre guardados no armário do barco, e são entregues somente aos passageiros que solicitarem, pois não é obrigatório usar o coleto, mas é obrigatório a embarcação ter coletes salva-vidas. Os passageiros devem sempre ficar sentados em seus acentos e não levantar, a não ser que o marinheiro solicite que quem alguém troque de lugar. Não deve-se nunca jogar-se ao mar quando a embarcação ainda estiver navegando, pois assim como as correntes marítimas, também há pedras embaixo d’água. Só podemos descer da embarcação quando ela estiver parada e com a autorização do marinheiro.

As dicas para fazer o passeio de barco em Morro de São Paulo são:

– levar sempre água

– boné ou chapéu

– protetor solar

– roupa de banho

– agasalho

– máquina fotográfica

– snorkel para mergulho

Agora você já sabe tudo para fazer um ótimo passeio de barco em Morro de São Paulo.

Aproveite!!!

Ilhas do Brasil

As ilhas do Brasil são inúmeras, habitadas, desabitadas, mas paraísos feito Morro de São Paulo, são poucas.

A Ilha de Tinharé é rodeada pela vegetação nativa, parte mar, parte rio de mangue. No mangue a natureza é mais viva ainda, pois sente-se cheiro de vida, vida esta marinha.

Morro de São Paulo não pode passar em branco, quando é cotado como um dos paraísos do Bahia, do Brasil e do mundo. Mundo sim, pois há muitos estrangeiros de toda a aparte do mundo e brasileiros que visitam Morro de São Paulo, além dos que já residem por aqui.

Para um bom entendedor basta:

“Ilha é um pedaço de terra cercado por água em

Ilha de Tinharé - Morro de São Paulo

Ilha de Tinharé – Morro de São Paulo

todos os lados!!!”

A Ilha de Tinharé tem 400km² de terra e 4 povoados: Morro de São Paulo, Garapuá, Gamboa e Galeão. Com suas belíssimas praias, coqueirais, rios, morros e mata atlântica.

Piscinas naturais com águas mornas é o que não falta nas praias de Morro de São Paulo e na Ilha de Tinharé.

Venha se refrescar nas águas quentes da Bahia, o paraíso ainda existe!!!

 

A história do Morro de São Paulo / Parte I

A Vila de Morro de São Paulo histórico

A história do Morro de São Paulo pode ser comparada com a verdadeira história do Brasil. Como toda a costa brasileira, o Morro de São Paulo também foi habitado por índios, e aqui especificamente viviam os Aymorés.
No ano 1501, um ano depois do descobrimento do Brasil, com a chegada da esquadra de Pedro Álvares Cabral em Porto Seguro, Gaspar de Lemos chegou à Bahia de Todos os Santos e reconheceu grande parte dela, mas foi em 1531, que desembarcou aqui em Morro de São Paulo, Martin Afonso de Souza, com a missão de explorar a costa do novo continente, do novo mundo, onde batizou a ilha de Tinharé, iniciando a colonização pelos europeus. Nesta época Morro de São Paulo que é um dos povoados da ilha, ainda era habitado por índios Aymorés. Muitas batalhas com o índios Aymorés e Tupiniquins, fez com que as ilhas se povoassem rapidamente, tornando povoados em cada localidade das ilhas
Mais tarde, quando o Brasil foi dividido em três Capitanias Hereditárias, Figueiro Corrêa foi quem ficou responsável pela Capitania São Jorge de Ilhéus, a qual o Morro de São Paulo fazia parte.
Figueiro Corrêa preferiu ficar em Portugal, então quem realmente fundou a Vila do Morro de São Paulo, no extremo norte da ilha, foi o espanhol Francisco Romero, em 1535.
Ficaram estabelecidos aqui na Vila do Morro de São Paulo alguns cristãos encarregados de cultivar algodão e explorar o pau-brasil.
Nascia assim o primeiro povoado da Capitania de Ilhéus. Logo em seguida, surgiram os vilarejos de Boipeba e Cairu, hoje Cairú, município central responsável pelo arquipélago inteiro incluindo Morro de São Paulo.
No vilarejo de Cairu foi fundado um engenho e uma capela, onde mais tarde em 1654, foi transformado no Convento de Santo Antônio.
Morro de São Paulo foi cenário de batalhas com holandeses e franceses, por ser um lugar de acesso privilegiado, onde poderiam se resguardar da pirataria também. Entrada estratégica, pois esconde a falsa barra da Baía de Todos os Santos, protegendo Ilha de Itaparica.
Começando as obras de proteção da ilha, no ano de 1630, com suas muralhas exuberantes, a Fortaleza Tapirandú foi feita com óleo de baleia, argila, misturando cascalhos, assim como o Portaló, portal de entrada da ilha, cartão postal de Morro de São Paulo.

Portaló de Morro de São Paulo

As igrejas também foram feitas com a mesma técnica.  Forte de São Luis, Forte da Ponta, Forte de Nossa Sra da Conceição, as igrejas Nossa Sra da Luz em Morro de São Paulo e São Francisco Xavier do povoado do Galeão, foram construídas no alto dos morros dos povoados, protegendo a riqueza trazida e muita história. Um local com  muita fé, mas também com pensamentos retrógrados trazidos juntos aos seus escravos que trabalhavam em suas construções, fazendo monumentos grandiosos, imponentes, resistentes.

Forte Tapirandú Morro de São Paulo

Forte Tapirandú

Fortaleza do Morro de São Paulo

Forte Morro de São Paulo

O Farol de Morro de São Paulo, foi considerado o mais moderno da época, facilitando assim a entrada para a costa, ao canal de Tinharé.

Farol Morro de São Paulo

 

 

 

Foto Aérea do Forte de Morro de São Paulo