Morro de São Paulo BLOG

Teiú em Morro de São Paulo

Em Morro de São Paulo é assim, para quem mora neste lugar fica mais fácil se deparar com certos acasos, pois temos mais tempo para flagrar algumas situações.
Resido no Alto da Mangaba, onde a vegetação ainda é bastante preservada, com muitas plantas, arvores e é claro os animais silvestres como pássaros de varias espécies e seres que vivem sobre a terra. Jibóias, Tamanduás (estes raramente vistos), etc.
Mas específicamente, no quintal de minha casa em harmonia de gatos, galinhas e cachorros, vivem uma família de Teiús (uma espécie de lagarto que chegam a medir mais de um metro de comprimento.
Outro dia, enquanto retirava as folhas secas das bananeiras, me deparei com uma cena inesquecível em Morro de São Paulo.
Atrás da casa, uma antiga fossa sem uso à muitos anos, servia de abrigo para o Teiú. Acontece que o réptil optou por sair pelo lugar errado, e acabou entalado em um buraco de concreto existente na fossa.
O animal media uns 70 cm aproximadamente e já estava se entregando a sua existência.
Não hesitei em tentar salva-lo, o que resultou em um árduo trabalho. Com um martelo e um ferro pontiagudo, fui picando o concreto ao redor do bicho com cautela, pois não queria machucar
o mesmo.
Depois de quase duas horas, consegui libertá-lo, e o mais gratificante é que ñ tinha ferimento algum. Preso a uma corda, esperei alguns minutos enquanto ele reanimasse as forças. Quando devolvi para seu habitat natural, a impressão que tive, era que tinha conquistado uma nova amizade, pois o animal saiu lentamente e sem pressa, as vezes com paradas e virando para trás como se fosse um agradecimento pelo ato que prestei.
Acho que para morar em Morro de São Paulo, é primordial a harmonia entre pessoas, animais e plantas sem esquecer que a vida marinha também está próxima da gente.